• Jéssica Ribeiro

Prevenção de Perdas e Aumento da Lucratividade no Varejo


Getty Images/iStockphot

Com a competição no varejo cada vez maior e margem de lucro cada vez menor, a Prevenção de Perdas tem se tornado um agente fundamental na competitividade das empresas. Essa área, que antes se limitava à preocupação com avarias, vencimentos, furtos e outras causas de perdas de produtos, tem aumentado sua função estratégica ao se preocupar com a perda de lucro no varejo. De fato, por estar acostumada a tratar de perdas que prejudicam o lucro, é natural que a área progrida para essa visão.


Esse conceito sobre a nova visão da área de Prevenção de Perdas tem sido chamado de Perda Ampliada. Segundo Carlos Eduardo Santos, Presidente da Abrappe (Associação Brasileira de Prevenção de Perdas), “a adoção do Conceito da Perda Ampliada faz com que uma área antes limitada para o monitoramento das perdas físicas de produtos, possa atuar como protagonista para outras perdas relevantes da empresa, como redução de custos e despesas gerais, melhoria contínua da produtividade, [...], perdas financeiras na operação, perdas no e-commerce, entre outros”.


Apesar do conceito ser claro, onde a Prevenção de Perdas se torna uma espécie de “protetora do lucro”, ainda é um tema muito novo. Por onde começar? Como aplicar esse conceito no dia a dia? Trouxe aqui uma sugestão baseada em uma análise realizada aqui na Minus para quem quiser dar o primeiro passo.


Percorrendo algumas lojas nos últimos dias, começamos a perceber que um mesmo produto estava em rebaixa por vencimento em diversas lojas, inclusive de diferentes redes e cidades. Além disso, haviam casos muito específicos de produtos que só venciam em uma loja da cidade. Então, começamos a refletir: Por que isso ocorre? E a resposta que chegamos é que, muitas vezes, o sortimento da loja ou o volume de compra não estão adequados ao perfil do consumidor daquela unidade. E quando um produto inadequado está na loja, acontecem dois tipos de perda:


  • Perda por Vencimento: em algum momento, devido à baixa venda, o produto será lançado na perda por vencimento.

  • Perda de Margem: para não vencer, serão aplicados descontos, muitas vezes mais agressivos ao ponto de prejudicar a margem de lucro.


Em alguns casos, pode ser que só ocorra o segundo tipo de perda, e nos relatórios da Prevenção (como já disse, sempre focada em priorizar e agir sobre os produtos de maior perda), esse produto passe despercebido. Afinal, o item nunca foi lançado na perda. Mas ao observarmos, ele só vende em rebaixa e só dá prejuízo! Veja o exemplo abaixo, observe um mês de venda do produto:



O chocolate em questão pode apresentar uma perda pequena, e se não nos atentarmos para o cenário global do produto, nunca nos preocuparíamos com ele. Porém, podemos observar sem fazer muitas contas, que o lucro do produto em Venda Normal não paga nem mesmo a Perda de Margem. A título de exemplo, esse é um claro ofensor ao lucro da loja. Quanto você terá que vender de outro produto para pagar essa conta? Vamos às contas:


Lucro Venda Normal: R$ 71,09

Perda de Margem – Rebaixa a -10% da Margem: -R$ 130,90

Perda de Margem – Rebaixa a -20% da Margem: -R$ 430,08

Perda por Validade: -R$ 5,49

Resultado Acumulado: - R$ 495,37


De posse dessa informação, a Prevenção de Perdas pode organizar uma reunião envolvendo também as áreas de Supply/Demanda, Comercial e Gerenciamento de Categorias (GC), para decisão do que deve ser feito com esse produto e com todos os outros produtos que forem identificados. As ações podem ser:


  • Reduzir o volume distribuído para a loja;

  • Retirar o produto do sortimento da loja, caso esteja ocorrendo somente nessa unidade;

  • Remover o produto do sortimento de uma Regional ou da Rede toda, caso a situação se repita em diversas unidades.


Convido você a fazer essa análise na sua empresa, com a certeza que encontrará casos parecidos e terá a oportunidade de melhorar a lucratividade da sua loja. Apesar de não contemplar todo o conceito de Perda Ampliada, tenho certeza que será um bom primeiro passo para tornar sua equipe estratégica, abrangendo a Perda de Lucro de maneira global, integrando várias áreas da empresa.



O tema faz parte de uma das muitas análises que o Sistema de Gestão de Validades da Minus possui online, disponível para você e sua equipe consultar sempre que for necessário, dispensando o cruzamento manual de relatórios em planilhas. Nós identificamos os produtos e sugerimos ações para eles, conforme as regras de negócio do varejista. Se quiser saber mais sobre o sistema ou precisar de ajuda na replicação da análise, fale com a gente, estamos a disposição!



Giovane Calegari é Diretor de Operações na Minus, uma empresa de tecnologia para a redução das Perdas por Vencimento, com soluções envolvendo Inteligência de Dados. Conheça mais sobre a Minus.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo